Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

http://chadasduas.blogs.sapo.pt

Ah e tal... - Fartinha

Há coisas que me fazem muita confusão. Hoje estou assim.

Irrito-me com facilidade às vezes.

Principalmente com as desculpas.

 

 

Ah e tal ver se vou aí um dia destes. Ah e tal ver se te visito. Ah e tal este mês está dificil.

Ah e tal PORRA.

Ah um ano a dizer isto vai lá vai.

Dificil também está para mim. Ponto. Parágrafo.

Nas minhas folgas (nem todas) divido-me em mil para conseguir estar pelo menos um pouco com algumas das pessoas que me fazem falta. E com as pessoas que sinto saudades. Não passo quase tempo nenhum com essas pessoas é verdade. Precisava de muito mais. Mas só ir vê-las. Dar-lhe um beijinho, já me deixa com força para mais uma semana de trabalho. Nem que seja de mês a mês. Aqui quase que se inclui a minha fonhonho). Mas vou raios.

Assim sendo chego à conclusão que as pessoas que me dão estas desculpas não sentem a minha falta.

Tenho dito.

É o que sinto. Ah e apenas vivo a uns 45 Km.

As únicas pessoas que têm desculpa para esta desculpa são os meus Pais. Sim porque eu sou a filha. Eu é que quero mimá-los e vê-los sempre que posso, como espero que um dia os meus filhos o façam.

Obrigada àqueles que eu sei que se esforçam muitoooooooo para me visitar. Sempre que podem. Economicamente e ... quando o trabalho o permite.

Porque eu também sei o quanto custa a vida. E sei que o combustivel não está barato. Por isso também não vou à minha terra tantas vezes como gostaria.

MAS VOU.

Sei que as pessoas provavelmente não fazem por mal (o meu sentido fofinho a falar agora), mas fogo, tanto tempo?.

------------

Agora para aliviar...

o-que-eu-faco-com-a-saudade-tem-dia-que-faco.jpg

Por isso é que como tanta porcaria

Li Aires