Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

http://chadasduas.blogs.sapo.pt

Desfado

 Isto as vezes não é fácil. Dias complicados. Andar de um lado para o outro sentido que não se está a fazer nada fazendo tudo ao mesmo tempo.

Esta semana tenho me sentido como “Desfado” ( de Ana Moura).
Acho, por um lado, que faço o que posso, da melhor maneira. Por outro, acho que podia fazer mais, mas o meu corpo não deixa.

Isto de ter duas áreas por inteiro na minha vida cansa. Como dizia “Liliane Marise”, é difícil ser eu… e realmente, às vezes sinto isso. É mesmo difícil ser eu. Mas também é certo, não sei ser de outra forma. E prefiro, 1000 vezes ter uma vida agitada que morta. Já se entranhou em mim isto.

Seria impensável, Deixar o trabalho que faço a full-time, e seria impensável da mesma forma deixar a fotografia que amo tanto.
Depois, porque achava que isso só por si não chegava (acho que tenho tempo para tudo), ter um blog, ter a Olispace (apesar de estar em stand Bye), de ter a Mary Kay ( em modo mais calmo) e ter tempo para o que acho o mais importante: FAMILIA. AMIGOS E NAMORADO.

Certo é, que algumas vezes, um pouco mais de sossego não me fazia mal nenhum. Dava menos trabalho, não cansava tanto e dava menos problemas. Mas e depois…??? Sentia tédio, sentia aborrecimento, sentia-me inútil. E isso é que não podia ser! 

Uns dias melhores, outros piores, lá vou sendo eu…

Que grande “desfado” que vai na minha cabeça! 


__________

By: Olga Ferraria