Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

http://chadasduas.blogs.sapo.pt

Os meus melhores amigos

Há dias em que apetece dizer o que nos vai no coração. 
Há semanas que estou para escrever este texto.
Não queria que fosse mais um texto nem queria gastar as palavras de gratidão e amor que tinha a dizer.

Num dia especial podia precisar delas e estava a gasta-las neste texto num dia como todos os outros. 

Mas semana após semana sentia maior necessidade de fazer este texto e pensei... porque não? E se me voltar a repetir? O que tem? É porque é verdade. 

Amor. É disso que quero falar. Escrever. Ler. Saborear. 

Há duas pessoas na minha vida que amo de forma incondicional que nem sei muitas vezes onde colocar esse amor. Amor sincero e verdadeiro. 
Todos sabem que tenho namorado e todos sabem que o Amo de forma incondicional também. Mas não é desse amor que vos quero falar. Esse amor fica para falar noutra altura. Será no dia certo. E sim, não quero gastar as palavras porque quero dizer as coisas que nunca disse. Porque vai haver aquele dia especial. O nosso dia! 

Voltando a este amor sobre estas duas pessoas, talvez a vergonha ou a estúpida timidez não me deixem dizer-lhes o quanto os amo olhos nos olhos... a eles, aos meus melhores amigos. 


Sabem aquela sensação de explodir por gostar tanto de alguém? É o que sinto quando penso neles. De querer fazer parte da vida deles como eles da minha. 
Sabem o quanto me sinto grata de os ter comigo todos os dias no coração? De os momentos importantes dele serem os meus. E os meus os deles. 
Acho que sei descreve-los na integra. Acho que sei cada pormenor decor. Ou se calhar até não?!!! Não sei! Nunca testamos. 

Falando dele: Tenho tantas saudades desta vida sem preocupações. Tenho saudades dos nossos divertimentos. Tenho saudades das gargalhadas estúpidas que dás. Saudades do fim-de-semana que andas a prometer á meses a fio. Tenho saudade de dizer-mos só (desculpem a expressão) merda. Gosto de ti como de mim. Gosto dos teus como dos meus. Não passa dia nenhum que não me lembre de ti e de cenas nossas. Gosto de estar "lá em casa" como costumas dizer. Gosto de mexermos a panela e eu perguntar o que é comer. Gosto das jantaradas e bebermos tantos como nos rimos. Gosto tanto pah!
Nunca ninguém, mas ninguém irá separar esta nossa amizade e nunca ninguém vai ocupar o teu lugar no meu coração. Ninguém irá ter direito de o fazer. Sabes porque? O amor de amigos acho que é dos mais forte. Não temos que nos gramar por obrigação familiar, financeira etc.... Gramamos-nos porque queremos e porque gostamos. 
Prometes que ficamos sempre amigos? 


P.S.: Achas que 6 garrafas de Beirão vão chegar para nós no baptizado? Nem penses!!! ahahaha

received_172056193131828.jpeg

 

 



Falando dela: A princesa, a gira, a vistosa, a atenciosa, a amiga etc...

Falar dela é sempre difícil porque faz parte de todas as minhas horas, dos meus minutos, dos meus segundos. Faz parte integra da minha vida. Dela não tenho saudades já há muitos anos. Nunca demos tempo para sentirmos saudades. Nem queremos sentir.
Vá, tenho saudades de irmos para os copos juntas e até das noites de volta das coisas da Olispace. Mas são saudades que vamos compensando com as noites a adormecer no sofá branco de tua casa. Com as vezes que me sento na tua cama a olhar para o teu armário e a contar as tuas calças de ganga. Saudades que compensamos com os telefonemas diários, com as mensagens, com este blog até. 
Um dia, e talvez daquele dia especial, vou perder esta estúpida timidez e dizer-te olhos nos olhos que te amo do fundo do coração. Que metade de mim és tu. Que serás para sempre parte de tudo.
P.S.: Quando Engravidar até podes ir assistir ao nascimento do bebe. Será que desmaias????

received_172056196465161.jpeg

 

 

 

 


E é isto... se calhar não disse nada e este texto não passou de uma seca.... mas tenho medo que eles não saibam o quanto os amo... e é melhor ir dizendo de vez em quando para não se esquecerem.

P.S.: Pedro e Liliana, não é para responderem. Lêem, sintam e guardem no coração para sempre. Prometem?
E não se esqueçam, que apesar desta merda de vida estou aqui sempre para vocês.


By: Olga Ferraria